quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Doenças Típicas do Sistema Esquelético

Fraturas: qualquer tipo de fratura como parcial que é uma fissura, completa que é a quebra do osso em duas ou mais partes, fechada ocorre à quebra do osso, mas não sai da pele, aberta conhecida como fratura exposta.
O osso tem um suprimento sanguíneo e a recuperação às vezes leva meses, o cálcio e o fósforo suficientes para fortalecer e consolidar o novo osso são depositados apenas gradualmente, e as células também se reproduzem e crescem lentamente.

Osteoporose: é a grande perda de cálcio pela urina, fezes, suor, do que absorvido pela dieta alimentar. A massa óssea torna-se tão frágil que os ossos se fraturam muitas vezes espontaneamente, sob estresse mecânico da vida diária. Causa encolhimento das vértebras, redução da estatura, costas corcundas e dor nos ossos.




Raquitismo e Osteomalacia: é um distúrbio causado por deficiência de calcificação óssea, os ossos tornam-se moles e elásticos. Raquitismo afeta as crianças e a Osteomalacia afeta os adultos.


Hérnia de Disco: se nos ligamentos dos discos intervertebrais sofrem lesões ou enfraquecem, a pressão resultante pode ser suficiente para romper a fibrocartilagem circundante, ocorrendo mais freqüentemente na região lombar, porque essa região da coluna vertebral suporta grande parte do peso e é a porção de maior curvatura.

Espinha Bífida: é uma deformidade congênita da coluna vertebral em que as laminas falham em se unir na linha mediana. A protrusão das membranas em torno da medula espinhal pode produzir paralisia parcial ou completa da bexiga urinaria e ausência de reflexo. Devido ao aumento de risco da espinha bífida estar associada a um nível baixo de acido fólico, no inicio da gestação, todas as mulheres com possibilidade de engravidar são estimuladas a ingerir suplementos de acido fólico.

Fratura do Quadril: geralmente associada aos idosos devido à redução da massa óssea e ao aumento das quedas. Essas fraturas geralmente necessitam de cirurgia, cuja intenção é estabilizar a fratura, seja ela com pinos, parafusos, pregos, placas cirúrgicas.
O procedimento de substituição de uma ou de outra estrutura óssea é denominada hemiartroplastia e a substituição de ambas as estruturas é chamada de astroplastia total do quadril.

3 comentários:

  1. euuu amei td é muito bem esplicado aki nessee site ok

    ResponderExcluir
  2. Muito legal, só que eu gostaria que tivesse:
    Causa
    Consequência e
    Tratamento,
    mas assim está ótimo!

    ResponderExcluir
  3. valeu me ajudou muito obrigado

    ResponderExcluir